• Centro Amor e Luz

PENUMBRA LUMINOSA

Mensagem do espírito Irmão Adalberto, recebida pela médium B.S.L., em  05/09/17

As luzes que adentram as sombras irradiam a sua força suprema sobre todo o ódio, sentimento egoístico e desavença que qualquer coração tenha enraizado em si ao longo dos séculos de perder de vista.

Criados simples e puros, evoluimos e nos tornamos pensantes e conscientes de nossa existência no Universo. Ao transitarmos do Reino Animal para o Humanóide, nos encontramos diante de escolhas  e possibilidades de optar, conforme o desejo individual, minimalistas centelhas da Criação Divina...

Ainda apegados aos instintos e presos a ilusões de grandeza e imortalidade dos nossos egos, nos esquecemos de nossa posição de filhos e queremos criar regras para "sobrepor" ao Pai Celestial.

Sentimo-nos inteligentes e fortes, invencíveis. Esquecemos que acima de nossas cabeças o firmamento azul e infinito se opõe as nossas ilusões de homens pequenos e perdidos dentro de si...

Nossos atos, a princípio, tendem a verter por caminhos sombrios da violência e individualidade, sofrendo percalços diversos até entendermos que detemos apenas algumas fibras do pincel da Criação, mas não somos detentores de nenhuma das tintas da Obra de Deus, caso este não o permita.

Quem somos nós, iludidos artistas do pincel esfarrapado e sem cores? Deus apenas permite colorir a Luz que brilha na Criação a aqueles seus filhos merecedores por esforço próprio.

Se destroçares e perder-se em si, o que resta a ti senão dor e sofrimento? Crias as manchas da tua alma, assim como és responsável por limpá-las.

Tens acesso as cores brilhantes da Criação apenas quando alinhardes teus pensamentos ao Pai, e não antes disso entenderás as grandezas e belezas de Sua Criação.

Entretanto, apesar de imaginares a solidão e a dor como tuas únicas companheiras no presente, esquecestes de ver que ao teu lado existem outros pintores, ao  ensinar-te os caminhos das tintas de Deus, mostrando relances de Sua obra e estimulando, incansavelmente, os corações perdidos a se sobreporem a sua própria sombra.

A Luz é a única e real realidade do Universo. Energia constituinte e que flui incansavelmente por tudo e todos.

As sombras, mera ausência temporal da Luz, naqueles que ainda não souberam aceitar o Amor e a Fraternidade do Senhor como trilho de sua jornada.

Jamais sois negritude, sois nuances de penumbra a iluminar-se, progressivamente, rumo à infinita paleta de cores de Deus que vibra o Universo com sua Luz acalentadora e sustentadora da vida e das consciências de cada um de nós.

Paz e Luz,


Irmão Adalberto